Com a crise econômica que o Brasil enfrenta nos últimos anos, muitos trabalhadores têm sido demitidos e precisam recorrer ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para garantir sua subsistência. No entanto, muitas vezes, por falta de informação, acabam perdendo o prazo para sacar o dinheiro ou não sabem quais documentos são necessários para ter acesso aos benefícios. Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o saque do FGTS após a demissão e garantir seus direitos.

Passos e documentos necessários para sacar o FGTS pelo aplicativo Caixa Tem

Passos para sacar o FGTS Documentos necessários para sacar o FGTS Como sacar o FGTS pelo aplicativo Caixa Tem
Verificar se o contrato de trabalho foi extinguido e aguardar a comunicação da empresa à Caixa Econômica Federal Carteira de Trabalho, Comprovante de Residência, Comprovante de Rendimento Mensal e Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (documentação pode variar de acordo com o caso) Baixar o aplicativo Caixa Tem, criar uma conta, informar CPF e número da conta do FGTS, informar dados bancários para transferência, informar motivo e quantia do saque, escolher sacar o saldo total ou apenas uma parte

Descubra agora como sacar o seu FGTS após a demissão e quais documentos são necessários!

Introdução

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito dos trabalhadores brasileiros e é obrigatório para todos os contratos de trabalho assinados a partir de julho de 1966. O FGTS é gerido pela Caixa Econômica Federal e é financiado pelas contribuições mensais dos empregadores. O objetivo do fundo é garantir o direito do trabalhador ao recebimento de um salário em caso de demissão sem justa causa, aposentadoria, morte ou invalidez.

Como sacar o FGTS?

Quais são os passos necessários para sacar o FGTS?

Para sacar o FGTS, o trabalhador deve seguir alguns passos. Primeiro, é necessário verificar se o contrato de trabalho foi extinguido. Se sim, a empresa deve comunicar à Caixa Econômica Federal. Após o comunicado, o banco avaliará se o empregado se enquadra em um dos casos citados acima e disponibilizará o saldo para saque em até cinco dias úteis.

Quais documentos são necessários para sacar o FGTS?

Para cada caso é necessária uma documentação diferente. No caso de demissão sem justa causa, por exemplo, é necessário apresentar a Carteira de Trabalho, o Comprovante de Residência, o Comprovante de Rendimento Mensal e o Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho. É importante verificar no site da Caixa Econômica Federal qual papelada deve ser providenciada.

Como sacar o FGTS por meio do aplicativo Caixa Tem?

O trabalhador também pode optar por sacar o FGTS por meio do aplicativo Caixa Tem. Para isso, é necessário baixar o aplicativo e criar uma conta. Após a criação da conta, o trabalhador deve informar seu CPF e o número de sua conta do FGTS. O trabalhador também deve informar os dados bancários para onde o dinheiro será transferido. Após a verificação dos dados, o trabalhador deve informar o motivo do saque e a quantia que deseja sacar. O trabalhador também deve informar se deseja sacar o saldo total ou apenas uma parte.

Conclusão

Em resumo, para sacar o FGTS é necessário reunir a documentação necessária e comparecer à uma agência da Caixa Econômica Federal ou baixar o aplicativo Caixa Tem. O saque do FGTS é limitado a 80% do saldo total da conta e é isento de impostos.